jueves, 1 de octubre de 2009

João Gilberto - Chega de Saudade (1959)

*Dedicada a Joserra Rodrigo por haber estado en el verano escuchando Bossa Nova.

From the album Chega de Saudade in 1959



Vai
Minha tristeza
E diz a ela
Que sem ela
Não pode ser
Diz-lhe numa prece
Que ela regresse
Porque eu não posso
Mais sofrer

Chega de saudade
A realidade
É que sem ela
Não há paz
Não há beleza
É só tristeza
E a melancolia
Que não sai de mim
Não sai de mim
Não sai

Mas se ela voltar
Que coisa linda
Que coisa louca
Pois há
Menos peixinhos
A nadar no mar
Do que
Os beijinhos
Que eu darei
Na sua boca

Dentro
Dos meus braços
Os abraços
Hão de ser
Milhões
De abraços
Apertado assim
Colado assim
Calado assim
Abraços
E beijinhos
E carinhos
Sem ter fim

Que é pra acabar
Com esse negócio
De você
Viver sem mim
Não quero mais
Esse negócio
De você
Longe de mim

2 comentarios:

Joserra Rodrigo dijo...

Dios! con Joao me tocas el corazón: Joao, J.J. Cale esos cantantes tranquilos como el océano pero intensos como un volcán. Para mi este tema es una Menina, obra maestra del SXX y punto.Thaks a lot majo!

Joxemiel dijo...

Tienes toda la razón, poseen una voz "fría" pero sus canciones son tremendamente cálidas...
Esta canción es uno de los temas emblemáticos de Jobim y Vinicius y en la voz de Joao resultó una obra maestra...
Me gusta mucho la versión de Astrud Gilberto, muy cool, con una voz también muy templada...
Gracias a ti por tus comentarios.

Saludos.